Nunca perca um post. Assine agora!

Obrigado!

  • Patrícia Bordignon Rodrigues

Metaverso integrado ao nosso cotidiano: sonho ou realidade?

Episódio 11: O metaverso como parte integrante do nosso dia a dia

de Patrícia Bordignon Rodrigues 13 de abril de 2022 no Artigos, Destaque do dia

Tempo de leitura: 3 minutos


Neste episódio vou falar mais sobre a forma como o metaverso vai se integrar ao nosso dia a dia. O grande objetivo é que ele faça parte da nossa vida naturalmente e que possamos viver essa nova experiência percebendo os encantos e os grandes ganhos do mundo do digital.

Estudos da consultoria Accenture mostram que a chegada do metaverso no Brasil será mais rápida do que em regiões como Estados Unidos e Europa. “Estamos apostando que vai acontecer no Brasil daqui a dois, a cinco anos”, diz Paulo Ossamu, diretor-executivo de Tecnologia da Accenture na América Latina. “Haverá impacto já nos próximos dois anos.”

E por que teremos esse privilégio na corrida pelo metaverso? Os estudos apontam que a população brasileira é mais jovem do que a de mercados mais maduros. Além disso, houve um salto no uso de equipamentos eletrônicos durante a pandemia.

A Accenture Technology Vision é uma pesquisa que foi feita pela Accenture em 35 países, com 4.650 executivos de alto escalão de empresas de diversos segmentos, sendo principalmente das áreas da Telecomunicação e da Tecnologia da Informação. Segundo essa pesquisa, 78% dos executivos brasileiros veem o metaverso com bons olhos e acreditam que ele impactará positivamente os negócios.

“Temos visto muito otimismo entre executivos no Brasil e empresas de venture capital investindo em conteúdo para o metaverso para produtos como jogos”, diz Ossamu. Ele citou ainda aplicações em comércio eletrônico e educação.

“Agora vemos o uso integrado da tecnologia ao cotidiano das pessoas”, disse Daniel Franulovic, diretor de Inovação da Accenture do Brasil.

E aí estará o sucesso do metaverso! Quando conseguirmos unir o metaverso ao nosso cotidiano, ele rapidamente será incorporado e passaremos a dizer que não poderemos mais viver sem ele. Ele deixará de lado o posto de assustador por causa do seu caráter disruptivo e invasivo para algo amigável, que trará velocidade e será o palco para resolvermos grande parte das nossas tarefas do dia a dia.

Vocês já se deram conta de que a nossa vida digital está mais presente na nossa vida do que a nossa vida física? A pandemia certamente precipitou essa mudança, mas que ela aconteceu e que é uma verdade é fato. Todas as nossas tarefas profissionais e pessoais giram em torno do digital. Para algumas pessoas em maior proporção, mas para todos as participações do digital vêm ganhando espaço cada dia mais.

No trabalho fazemos nossas reuniões majoritariamente por meio do Zoom ou do Teams. Falamos com a família, amigos e vizinhos principalmente pelo WhatsApp. Passamos muitas horas no Instagram acompanhando marcas e seguindo pessoas que nos inspiram. Os nossos filhos, da mesma forma, vivem grande parte do tempo de suas vidas no digital.

A vida digital vem se mostrando cada vez mais sedutora! Ela nos remete à agilidade, facilidade e coloca o mundo ao nosso alcance. E a grande verdade é que essa nova maneira de viver já está incorporada ao nosso dia a dia.

E o metaverso? O metaverso está longe de ser algo que pertence ao mundo dos games, onde os avatares dominam o território! Ele não é apenas um lugar virtual ou um negócio. São muitos negócios e dos mais variados setores!

Como um exemplo, as roupas do jogador em Fortnite são mais cobiçadas do que as calças “reais” da Armani. A Nike tem sete pedidos de marca registrada de roupas e tênis digitais para os bonecos nos games Fortnite e Roblox. Já temos muitas empresas apostando nisso, enxergando possibilidades reais de faturar com bens digitais.

Jensen Huang, o CEO da Nvidia, que fabrica placas gráficas que podem suportar experiências virtuais, disse: “As principais empresas nos próximos anos serão baseadas em mundos conectados.”

O grande fato aqui é que alguns estudos mostram que as pessoas passam, em média, 50% do tempo olhando para o celular. Se pensarmos nesse volume de tempo multiplicado por bilhões de pessoas, deduzimos facilmente que aí está uma oportunidade gigantesca de fazer negócios.

Os números do mundo digital só vão aumentar e, com isso, crescerão os investimentos para que o metaverso seja uma realidade o quanto antes! O metaverso vai trazer inovação, crescimento nos negócios, novas formas de aprendizagem e, com toda certeza, irá transformar muitos sonhos em realidade!

Até o próximo episódio!


Patricia B. Bordignon Rodrigues é diretora de Marketing e Canais Benkyou. Imagem: Shutterstock

0 visualização0 comentário