Nunca perca um post. Assine agora!

Obrigado!

  • Patrícia Bordignon Rodrigues

Metaverso, com que roupa eu vou?

Episódio14: A versatilidade do metaverso

Patrícia Bordignon Rodrigues 25 de maio de 2022 no Artigos, Destaque do dia

Tempo de leitura: 3 minutos


No episódio de hoje vou falar sobre a grande versatilidade do metaverso para os mais variados usos e setores. Com o rápido desenvolvimento das tecnologias e com a transformação digital cada vez mais presente na vida das pessoas, conceitos novos como o metaverso vêm ganhando espaço e força em diversos setores da sociedade.

Mas na prática como funciona o metaverso? O metaverso oferece um ambiente imersivo, que utiliza imagens em 3D, realidade aumentada e realidade virtual. Esses são alguns exemplos de tecnologias que sustentam o metaverso. Na prática, utilizando esses recursos tecnológicos, os usuários poderão se conectar e experenciar um ambiente totalmente digital.


Estou falando de uma realidade paralela à nossa vida, que tem como objetivo passar uma sensação de realidade que se dá pela imersão e pelas tecnologias. Aqui entram os avatares personalizados que permitirão ao usuário interagir com o ambiente e com as pessoas e também com o uso dos óculos de realidade virtual.


O que quero trazer aqui nesse artigo é como o metaverso tem todas as ferramentas para ser a ponte para mudar a forma como interagimos com o mundo digital. E, com isso, ele nos mostra como é importante tanto para as empresas como para as pessoas no seu dia a dia de diversas formas.

Quando falo de vida pessoal, como seria? O metaverso pode proporcionar encontros entre amigos e reuniões familiares em um ambiente virtual imersivo! E nesse ambiente imersivo temos a possibilidade de interagir com pessoas que estão distantes fisicamente.

O metaverso vai cumprir um papel muito importante nas relações humanas. O contato presencial nunca será substituído, como já falei em outros artigos. Nada substitui o olho no olho e o abraço caloroso em alguém que estimamos, mas precisamos pensar de forma objetiva. Muitas vezes, não temos como estar fisicamente com as pessoas e o metaverso vem suprir essa necessidade humana.

E o que mais? Nosso lazer também tem metaverso no meio! Setor de entretenimento já está fazendo shows e eventos em espaços virtuais imersivos! E vamos mais longe, os cinemas poderão estar no metaverso também. Fica claro aqui que o metaverso vai ampliar o acesso das pessoas à cultura e ao lazer. E isso nos remete à inclusão e a um aumento da qualidade de vida das pessoas. Que consigamos com o metaverso reduzir tantos males provocados pela solidão e pela exclusão social.

Eu aposto nisso! Vejo a tecnologia sempre como uma aliada de peso para evolução da humanidade. Se tudo fosse muito bem obrigado sem ela, certamente, não teríamos esses grandes buracos de oportunidades que temos.

E nas empresas, o que esperamos do metaverso? Grandes mudanças, grandes avanços e muito crescimento! As projeções nos indicam que, pelo aumento das possibilidades, teremos um aumento dos negócios consequentemente.

Vou dar um exemplo no setor automobilístico. Aponta-se que as montadoras poderão detectar falhas com o uso dos simuladores antes que o veículo seja lançado no mercado. E mais, as pessoas poderão conhecer os veículos de suas casas como se estivessem ao vivo na concessionária. Essa experiência imersiva e realista é o que se busca com o metaverso!

As pessoas aprenderam forçosamente na pandemia a transitar pelo mundo digital e fazer negócios com maior grau de confiança. Comprar e vender passou a ser algo trivial e confortável, até mesmo para as gerações resistentes pelo medo e pelo desconhecimento. E tudo isso adubou o terreno para que as pessoas queiram mais, mais tecnologia, mais possibilidades, mais oferta de produtos e serviços e, consequentemente, mais negócios.

Poderia citar muitos outros exemplos de uso do metaverso, mas resumo dizendo que qualquer segmento poderá usufruir dos seus encantos. Tudo que envolver apresentação e treinamento de produtos e serviços poderá contar com o metaverso como grande aliado para o sucesso no engajamento e na retenção das informações.


Teremos o usuário imerso e, com isso, focado para o que estivermos apresentando. Esse encantamento e essa riqueza de detalhes serão a dupla chave para o sucesso dos negócios e o aumento da felicidade das pessoas.

Sempre que falo de metaverso, eu falo de pessoas. Com isso, vislumbro no final do dia pessoas mais satisfeitas e mais felizes. A tecnologia aproximou as pessoas dos seus desejos e proporcionou que eles pudessem se tornar realidade!

Na minha visão, o grande propósito de todos na última linha é a busca da felicidade e o metaverso, com as suas variadas roupas, vai ser uma ponte facilitadora.

Vejo vocês no próximo episódio!


Patricia B. Bordignon Rodrigues é diretora de Marketing e Canais Benkyou. Imagem: Shutterstock

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo